domingo, 7 de fevereiro de 2016

Pouco verso hoje junto.

Eu não faço questão
do tormento ou da razão
Mas esse riso de expressão
não justifica nada

Eu quero a emoção
explica a ação
E que eu me contenha de paixão
mas me deixe

Entenda que não
eu quero dizer não
E seria a mais fácil expressão
da mentira

Difícil intenção
compreender pela razão
O que nem a emoção
dá conta

A seriedade da ênfase
necessária
Não
eu não faço questão

0 rubrica(s):

Postar um comentário